segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Amo-te agora!

 
Amo-te agora!
Não interessa o lugar, a hora,
Certa, certeza, alma inquieta,
Fome de ser, vontade opressora,
Eu, tu, nada existe, luz violeta!
 
Somos fruto do desejo da entrega,
Firme abraço, que nos aconchega,
Lábios mordidos, amplos beijos,
Mãos inquietas, revelando desejos!
 
Aqui, agora, já, sem partir, sem chegar,
Força, vontade, avidez, um querer amar,
Almas que brilham e transpiram à média luz,
Ocultas no tempo, no desejo que as seduz,
Indiferentes ao mundo, sujo e imundo,
Só eles existem, só neles persistem,
Os quereres, as vontades, os desejos,
A troca de fluidos, carícias e beijos,
Amam-se em segredo,
Ocultos a um canto,
Não por qualquer medo,
Mas pelo encanto,
De se amarem,
Assim, onde deu a vontade,
De proclamar,
Não é apenas sexo,
É amor de verdade!
 
Alberto Cuddel
Enviar um comentário