segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Escolhi Amar-te XXIV



“Amar é Também amar a Estrada não Só a Companhia.” In: Queres casar comigo todos os dias Barbara? de Pedro Chagas Freitas.

Por quanto tempo caminhas a meu lado sem parar? Sigo-te e presigo-te, rodeando, ladeando, decidindo, aceitando o que o caminho nos traz, pelo caminho que nós levamos, ora correndo, ora arrastando.

 Quantas vezes nos deixamos de amar um pouquinho, para amar também o caminho, para parar, para dar a mão a um amigo, para amar apenas uma flor nascida na borda, solitária e fora de tempo.

Por quanto tempo caminhas a meu lado sem parar? Escolhi amar-te, não apenas a ti, o teu ser, o teu corpo, a tua família, mas também a estrada, o caminho, as decisões, a ações, as vitorias, as derrotas, as conquistas. Decidi Amar-me também a mim através de ti, assim como te amas por mim, nos passos firmes, seguros, apoiados em nós e na divina testemunha que nos selou como uno.

Por quanto tempo caminhas a meu lado sem parar? Perseguimos juntos o caminho, a estrada, numa corrida à felicidade, e ela? Que se encontra em nós, como sempre em nós esteve, mesmo antes de o nós existir, apenas de demos alimento para que mais largo, mais plano, mais fácil o caminho se torna!

Amamo-nos, no caminho, no eu, no nós, na busca percorrida, que se encontra sentada na esplanada da nossa vida. Escolho Amar-te a ti, a mim, e ao caminho que percorremos, ora correndo, ora arrastando, ora parando e admirando a beleza do presente, ou apenas dobrando as costas, ajudando um indigente!
 
Alberto Cuddel®
 
Enviar um comentário