quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Sem tempo



Sem tempo


Nos poemas pequenos não há tempo
Apenas um sentir incompleto
Que nos mastiga a carne por dentro…

Alberto Cuddel

Enviar um comentário