quarta-feira, 22 de março de 2017

Ah, a vida!



Ah, a vida!

Ai mulher,
Se eu te entregasse a minha vida
Que farias tu com ela?
- Se a perco a cada dia, a cada partida
Deixa o sonho propagar-se na estrela!

Ah mulher,
Se eu me perdesse por ti na vida,
Onde encontraria eu a saída,
Da dor que me corrói por fora
Que me queima por dentro, onde mora?

Ah mulher,
Dizem que é paixão, mas tenho a impressão
E plena convicção, tenho para min que não,
O Luís, esse sim tinha toda razão,
É amor o que me arde no coração!

Ah mulher,
Dizem as cartas deitadas
Que ao ser levantadas
Eterno será nosso leito
Se for amor o que tens no peito…

Ah mulher,
Apenas de ti espero,
O sim que evitará
Em mim o desespero…









terça-feira, 21 de março de 2017

Amor que se fez em mim



Amor que se fez em mim

Sem desejos ou vontades
Apenas ser, sentir, verdades
Na crença sensível das coisas
Na honestidade desonesta
Igual e tão diferente dos outros
Outros que invejam o visível
E ele, tão puro, apenas se fez em mim…

Despois, tão distraidamente
Apenas me esqueci de mim…

Alberto Cuddel