quarta-feira, 14 de junho de 2017

Sede…



Sede…

Tenho sede de liberdade
E fome de pensamento
Tenho ganas de leitura
E desejos de conhecimento!

Longínquo vai o tempo
Da longa palmatória
E de todo o contratempo
De saber a oratória!

Juntei letras, vogais, consoantes
Pensamentos soltos
Formatados por ideias constantes!

A liberdade do meu pensar
Está no que de mim abdico
Pensamentos impingidos
Já os deixei longe no penico!

A sede que sinto,
Nasce da fome que tenho
Numa liberdade de pensamento
Que hoje não abdico!

Alberto Cuddel

12/04/2017
14:51







Enviar um comentário