sábado, 6 de junho de 2015

Sou poeta....

Sou poeta...


serei poeta se rimar em mim próprio,
serei poeta se deixar livre o pensamento,
se deixar de escrever, para mim, para ti...
se deixar de escrever para alguém...


serei poetas se livres forem as palavras,
se rimarem em outras varas
onde a justiça não chegue...


serei poeta se não me amar a mim próprio
para escrever sendo tu
fazer meu o teu sentir, gemer na tua dor...


serei poeta se vir o nascer ao sol-por,
se renascer na morte, se morrer no nascimento...


serei poeta se puder por no papel,
toda a beleza do infinito firmamento!


assim...
resta-me não ser..
embora possa parecer...
o que verdadeiramente não sou...






Alberto Cuddel

Enviar um comentário