segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Assim no silêncio da natureza,
Pondero, o passado, o futuro,
O local, a solidão e a sua beleza,
Na profundidade do ser,
Sinto apenas metade de mim,
Incompleto, a ausência da partilha,
Eu só nada sou, não existo,
Pois só em ti me realizo!





Enviar um comentário