quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Saudade!


Do nada assim fiquei,
Quieto chorando no meu canto,
Sentido saudade, de uma palavra,
Um sinal, sentindo a falta de ti,
Quieto imóvel, neste local frio e gelado,
Por não poder falar, por ficar calado,
Na solidão arremessada e devassada,
Pela hipocrisia de uns, outros sofrendo,
A angústia da ausência, da forma escrita
Dedilhada, musicada, da palavra,
Saudade é isso que sinto, por amar,

Quieto nesta esquina esperando o tempo passar!


Enviar um comentário