terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Asa Quebrada


Em voo picado,
Queda anunciada, coitado,
Asa quebrada, magoada,
Carência que te fez voar,
Ave canora, do canto de sedução,
Cantando aqui e ali
Insinuando, seduzindo com seu cantar,
No seu incauto piar,
Caiu, ferido, na carência
Que seu canto fosse ouvido,
Para que sempre soube cantar!

Ferido, não pode voar,
Não por não poder,
Mas por apenas querer ficar,
Aninhado no teu regaço,
Onde ocupo um pedaço,
Onde nasce um sorriso,
Por ouvir o meu piar,
Longas serenatas nocturnas,
Canto anunciado,
Declamado aos quatro ventos,
Agora ouvido, escutado!

E eu aninhado no teu regaço,
Esperando o teu sorriso,
Ao canto que te anima,
Agora por ti escutado!

Alberto Cuddel
20/01/2015

Palavras desconexas-69



Enviar um comentário